Opinião

Carlos Matias

O populismo também é incendiário

O populismo insinua-se na análise das causas e das soluções para os incêndios rurais; simplifica o que é complexo, apontando uns quantos “culpados”, apregoa umas receitas de cartilha, elide os interesses em confronto e foge à definição concreta do conteúdo das “reformas” por fazer. Ora, aqui é que “bate o ponto”….

José Manuel Pureza

Uma nova respiração

Há movimento social em Portugal. A manifestação de jovens na Avenida da Liberdade contra a violência racista, a greve feminista e a greve estudantil pelo clima mostram essa nova vitalidade do movimento social, a sua criatividade propositiva e a sua determinação transformadora. E, mais que tudo, têm a força irreprimível da juventude.

Francisco Cordeiro

Vida ou lucro?

A polémica sobre a Celtejo foi-se diluindo com o tempo, mas os problemas de poluição no rio Tejo têm persistido.

Este é o momento de trabalhar com todas e todos e não olhar para diferenças e protagonismos pessoais, a população nunca aceitará aproveitamentos políticos nestes momentos difíceis, todos são necessários. O Bloco de Esquerda reafirma a sua postura de sempre, podem contar connosco, a prioridade das nossas preocupações é cuidar da nossa população. Estes são os nossos contributos de um programa de emergência autárquico e resposta para a crise pandémica.

O Bloco de Esquerda decidiu o cancelamento de todas as iniciativas locais e nacionais que o Bloco preparava para os próximos meses. Apesar do cancelamento das iniciativas públicas, o Bloco continuará a fazer parte da solução para que o Serviço Nacional de Saúde tenha o seu reforço e que os profissionais tenham o que precisam, para responder a quem trabalha, para responder pelo emprego, pela economia, o que vai acontecer, proteger os mais vulneráveis.

O Bloco de Esquerda acusa o Partido Socialista de Salvaterra de Magos de ceder ao eleitoralismo primário, quando demagogicamente opta por recusar de forma irresponsável, em Assembleia Municipal, entre outras, a proposta de condenação de atos racistas em recintos desportivos, ou a proposta de suspensão da descentralização, sendo que, ambas tinham sido já objeto de apreciação e aprovação em reunião de câmara. Um partido sem ideias, sem atividade e sem interesse…

O Bloco de Esquerda, perante as recomendações da DGS, manifesta a sua preocupação, questionando o Presidente da autarquia sobre as medidas que estão a ser tomadas na prevenção do surto, quer em termos de lógica laboral, quer em termos de plano de contingência em relação aos munícipes.

O Bloco de Esquerda saúda e fez aprovar por unanimidade essa saudação em reunião de câmara, à greve feminista internacional de 8 de março.

Páginas