Opinião

Carlos Matias

O populismo também é incendiário

O populismo insinua-se na análise das causas e das soluções para os incêndios rurais; simplifica o que é complexo, apontando uns quantos “culpados”, apregoa umas receitas de cartilha, elide os interesses em confronto e foge à definição concreta do conteúdo das “reformas” por fazer. Ora, aqui é que “bate o ponto”….

José Manuel Pureza

Uma nova respiração

Há movimento social em Portugal. A manifestação de jovens na Avenida da Liberdade contra a violência racista, a greve feminista e a greve estudantil pelo clima mostram essa nova vitalidade do movimento social, a sua criatividade propositiva e a sua determinação transformadora. E, mais que tudo, têm a força irreprimível da juventude.

Francisco Cordeiro

Vida ou lucro?

A polémica sobre a Celtejo foi-se diluindo com o tempo, mas os problemas de poluição no rio Tejo têm persistido.

O Bloco de Esquerda reforça a pertinência de medidas que ainda não foram implementadas e que consideramos importantes para um programa de emergência autárquico e de respostas a esta crise pandémica, porque ninguém pode ficar para trás.

O Bloco de Esquerda fez aprovar por unanimidade em reunião de câmara um voto de saudação pelo 46º Aniversário da Revolução de Abril e apelar à participação massiva dos munícipes nas celebrações on-line que relembram e comemoram a data, relembrando que a melhor maneira de ajudar é permanecendo nas suas habitações;

O Bloco de Esquerda vem neste momento de necessidade coletiva, em função da crise sanitária, mas também económica que atravessamos, propor pela terceira vez um programa completo de apoio medicamentoso as pessoas de menores recursos e mais indefesas.

Este é o momento de trabalhar com todas e todos e não olhar para diferenças e protagonismos pessoais, a população nunca aceitará aproveitamentos políticos nestes momentos difíceis, todos são necessários. O Bloco de Esquerda reafirma a sua postura de sempre, podem contar connosco, a prioridade das nossas preocupações é cuidar da nossa população. Estes são os nossos contributos de um programa de emergência autárquico e resposta para a crise pandémica.

O Bloco de Esquerda decidiu o cancelamento de todas as iniciativas locais e nacionais que o Bloco preparava para os próximos meses. Apesar do cancelamento das iniciativas públicas, o Bloco continuará a fazer parte da solução para que o Serviço Nacional de Saúde tenha o seu reforço e que os profissionais tenham o que precisam, para responder a quem trabalha, para responder pelo emprego, pela economia, o que vai acontecer, proteger os mais vulneráveis.

Páginas