Opinião

Fabíola Cardoso

Despoluir um rio não é impossível

Despoluir o Nabão é possível. Haja vontade política de quem governa, trabalho técnico competente e capacidade de candidatura a financiamentos europeus.

Fabíola Cardoso

Produção solar fotovoltaica sim, mas….

Assistimos ao nascimento de um novo problema ambiental que ocupa milhares de hectares no Ribatejo: proliferam os projetos de enormes centrais solares na Azambuja, Cartaxo, Alenquer, Santarém, Chamusca, Rio Maior ou Benavente.

Fabíola Cardoso

Ecovia do Tejo: um caminho de esperança

A ONU instituiu o dia 3 de junho como Dia Mundial da Bicicleta. Foi este o dia escolhido pelo Bloco de Esquerda para divulgar a proposta legislativa que defende a criação da Grande Ecovia do Tejo: um percurso ciclável e pedestre, de Espanha a Lisboa, junto ao rio Tejo.

Antes de mais, queremos congratular o Centro de Bem Estar Social da Glória do Ribatejo pela aprovação por parte da Segurança Social de financiamento a 85% de uma residencial para idosos. Obra fundamental para o nosso concelho, pois a resposta social é uma peça fundamental na construção de um concelho com Futuro.

Em 15 de julho de 2020 o município de Salvaterra de Magos fez um contrato com a BLU SA para a ligação de 9 pontos de internet no âmbito do processo WIFI4EU. Chegados ao dia de hoje, 12 de janeiro de 2022 não temos WIFI’s comunitários.

O Bloco de Esquerda está muito preocupado com a habitual inação e falta de competência do executivo socialista relativamente aos projetos apoiados pelo PRR. Neste momento já estão 71% dos projetos contratualizados, e mais 12% em fase de contratualização e Salvaterra de Magos aparentemente não concorreu a nenhum apoio.

Não concorrer é resignarmo-nos a termos dos orçamentos mais baixos da Lezíria do Tejo, e como tal, termos cada vez menor capacidade de transformação da sociedade, falhando a preparação de Salvaterra de Magos para o Futuro.

Esta proposta de orçamento municipal apresentada pelo Partido Socialista não é uma boa proposta. Falta-lhe visão estratégica, capacidade de inovação e adaptação aos novos desafios estruturais. Preocupa-nos, em particular, o virar de costas em relação aos mais carenciados, sobretudo aos idosos e aos mais jovens, que enfrentam enormes dificuldades para que as famílias garantam a sua formação e para enfrentarem um mercado de trabalho estrangulado. Preocupa-nos a ausência de propostas para a dinamização económica, atratividade de empresas e a criação de postos de trabalho no Concelho.

Nesse sentido iremos abstermo-nos neste orçamento proposto pela maioria socialista para o município de Salvaterra de Magos, que recusa responder à crise e ouvir as propostas da oposição e, comprometendo-nos a manter uma elevada exigência e o máximo de rigor no escrutínio da aplicação dos recursos municipais.

No contexto pandémico em que nos encontramos as vertentes de uma política social e de saúde têm que se intensificar e estar presente na política local. A previsão apresentada pelos responsáveis e especialistas na área da saúde, colocam-nos um cenário de uma possível nova vaga pandémica, assim como um inverno muito difícil na área dos cuidados de saúde, nomeadamente em contágios de diversos vírus, nomeadamente na vertente respiratória.

Neste sentido o Bloco de Esquerda coloca novamente a pertinência de medidas que nos preparem para responder aos mais carenciados e desprotegidos, tanto na área da saúde e de apoio social. Porque defendemos um programa de emergência autárquico que não deixe ninguém para trás, propomos medidas de prevenção de forma a responder às necessidades emergentes:

Páginas